A saúde e a segurança dos nossos Leões, funcionários e comunidades são nossa principal prioridade.

Leia sobre a

nossa resposta

ao COVID-19.

Ajude LCIF a apoiar a assistência dos Leões doando para o

Fundo para Socorro após Catástrofes.

Lions e Centro Carter: Parceiros em prol da visão

A parceria com o Centro Carter está entre os relacionamentos mais importantes e duradouros do qual se beneficiam atualmente o programa SightFirst e a Fundação de Lions Clubs International (LCIF). Como um dos programas mais significativos da Fundação, o SightFirst financia o trabalho de combate às principais causas da cegueira evitável e reversível e prestar serviços a pessoas cegas ou portadoras de deficiências visuais.

Enfrentando o desafio

 

Desde 1994, LCIF já aprovou mais de 60 subsídios para a oncocercose e tracoma, totalizando mais de US$ 67 milhões. A oncocercose é uma doença parasitária transmitida por vetor que leva à cegueira e o tracoma é a principal causa infecciosa de cegueira em todo o mundo. Os programas da Parceria do SightFirst do Lions com o Centro Carter estão entre as iniciativas em prol da visão mais ambiciosas e bem-sucedidas do mundo e levaram a mudanças mensuráveis para muitos na África e nas Américas. 

A nossa parceria com o Centro Carter resultou em mais de 236 milhões de tratamentos para eliminar a oncocercose e mais de 177 milhões de tratamentos para interromper os efeitos causadores da cegueira do tracoma. Foram realizadas mais de 799.000 cirurgias para reverter o estágio avançado do tracoma, salvando a visão, e foram construídas mais de 3,2 milhões de latrinas para reduzir a transmissão da infecção.  

Do desamparo à esperança

 

Como resultado dessa parceria do Lions com o Centro Carter, a Organização Mundial da Saúde confirmou que quatro países das Américas erradicaram a oncocercose (Colômbia, Equador, México e Guatemala). A transmissão da oncocercose também foi contida e a administração de drogas em massa foi suspensa em áreas consideráveis do Sudão, Uganda, Nigéria e Etiópia. Além disso, a região de Amhara na Etiópia, que sofre com a pior prevalência do tracoma conhecida no mundo, testemunhou que mais de 5 milhões de pessoas não precisam mais da administração de medicamentos em massa para prevenir a doença, e o volume de pacientes que necessitam de cirurgia tem diminuído exponencialmente a cada ano. Milhões estão livres dessas doenças graças a essa parceria do Lions como Centro Carter e ao apoio dos Leões. Essas realizações não teriam sido possíveis sem os investimentos iniciais de LCIF e o apoio e defesa constantes dos Lions clubes de cada país. A Assembleia Mundial da Saúde adotou a resolução WHA 47.32 em 1994, que reivindicava o uso da distribuição em massa de medicamentos para oncocercose e a WHA 51.11 em 1998, que visava a eliminação global do tracoma como um problema de saúde pública.

Uma terrível crise da visão

 

Embora a oncocercose e o tracoma sejam uma doença totalmente evitáveis, a Organização Mundial de Saúde dispõe dessas estimativas preocupantes*:

  • 20,9 milhões de pessoas infectadas com oncocercose;  1,15 milhão com perda de visão devido ao parasita.
  • 99% das pessoas infectadas com oncocercose se encontram na África - mas também se encontram no Iêmen e na América Latina (Brasil e Venezuela)
  • 142 milhões de pessoas correm o risco de cegueira em decorrência do tracoma e, uma vez cegas, a condição é irreversível.
  • O tracoma é um problema de saúde pública em 44 países, principalmente na África.
  • O tracoma é responsável pela cegueira ou deficiência visual de cerca de 1,9 milhão de pessoas.
  • O tracoma é uma doença totalmente evitável.

*Fonte: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/onchocerciasis

Mobilizando comunidades

Os Lions Clubes locais ajudam a mobilizar as comunidades a participarem da distribuição em massa de medicamentos, campanhas de cirurgia da pálpebra e construção de latrinas. Os Leões proporcionam suporte técnico contínuo, monitoram o progresso e se reúnem com líderes influentes dos respectivos países para advogar por atenção continuada à oncocercose e ao tracoma. 

Parceria importante

 

Specialty Clubs Program Infographic

Lions Clubs International investiu US$ 415 milhões e trabalhou por mais de 25 anos para eliminar a cegueira evitável em todo o mundo, ajudando inclusive 30 milhões de pessoas a melhorar e restaurar a visão.

Desde 1994, LCIF tem parceria com o Centro Carter para eliminar a oncocercose e o tracoma do rio. Durante duas décadas, LCIF já aprovou mais de 60 subsídios para combater a oncocercose e tracoma ao Centro Carter, totalizando mais de US$ 67 milhões. Particularmente, por meio do programa do SightFirst do Lions com o Centro Carter:

  • foram fornecidos mais de 236 milhões de tratamentos para eliminar a oncocercose;
  • foram fornecidos mais de 177 milhões de tratamentos para interromper os efeitos do tracoma que levam a cegueira;
  • foram realizadas mais de 799.000 cirurgias para reverter o estágio avançado do tracoma, salvando a visão; e
  • foram construídas mais de 3,2 milhões de latrinas para reduzir a transmissão de infecções. 

Através do trabalho contínuo em parceria, estamos confiantes de que juntos alcançaremos nossas metas em comum de eliminar a oncocercose e o tracoma.

Nosso enfoque

 
  • Liderar o mundo estabelecendo e fortalecendo instituições e sistemas abrangentes de cuidados com a visão através de expansões de capital, fornecimento de equipamentos e treinamento de recursos humanos.
  • Apoiar as iniciativas nacionais para eliminar doenças que provoquem a cegueira, como a oncocercose e o tracoma, as principais causas de cegueira infecciosa e deficiência visual, por meio de treinamento e supervisão de voluntários, defesa da causa, procedimentos cirúrgicos e distribuição dos medicamentos indicados.
  • Liderar a reação global ao desafio do erro de refração não corrigido, apoiando projetos que forneçam serviços de alta qualidade, sustentáveis ​​e de grande impacto para corrigir esse problema.
  • Aprimorar e expandir programas liderados pelos Leões, de exames de visão abrangentes para adultos e crianças.

Nossa missão

Para fortalecer sistemas de cuidados da visão em comunidades mal atendidas, lhes permitindo combater a cegueira e perda da visão e dando assistência aos cegos ou portadores de deficiências visuais.