A saúde e a segurança dos nossos Leões, funcionários e comunidades são nossa principal prioridade.

Leia sobre a

nossa resposta

ao COVID-19.

Ajude LCIF a apoiar a assistência dos Leões doando para o

Fundo para Socorro após Catástrofes.
Início Lions e UNODC: Parceiros na Prevenção

Lions e UNODC: Parceiros na Prevenção

Desde 2014, LCIF tem parceria com o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) para implementar o Lions Quest em comunidades de todo o mundo. Como um programa baseado em evidências para prevenção das drogas, o Lions Quest desenvolve competências socioemocionais e apoia famílias, escolas e comunidades para garantir que os jovens cresçam e se mantenham saudáveis e seguros na vida adulta.

Nossa missão

Unir as escolas, as famílias e as comunidades para promover o desenvolvimento de jovens sadios e responsáveis, por meio do apoio à aprendizagem socioemocional (SEL), formação de caráter, prevenção de comportamentos negativos e compromisso com o serviço comunitário.

Nosso enfoque

 

O Lions Quest é um programa de aprendizagem socioemocional que visa prevenir os comportamentos de risco, promovendo o potencial positivo de crianças e jovens, o desenvolvimento das habilidades e caráter essenciais à vida, responsabilidade pessoal e social e o envolvimento da comunidade e da família.

O Lions Quest é o líder global em prevenção nas escolas.

O Lions Quest possui três programas adequados à idade: Habilidades para o Crescimento, destinado a crianças de 5 a 9 anos, Habilidades para a Adolescência (10 a 14 anos) e Habilidades para a Ação (15 a 19 anos). Nesta primeira fase da parceria, LCIF e UNODC estão implementando o programa Habilidades para a Adolescência para abordar assuntos tais como o ingresso na adolescência, desenvolvimento da autoconfiança, controle das emoções de maneira positiva, fortalecimento dos relacionamentos interpessoais e aprendizagem por meio do serviço.

Ao criar resiliência na juventude, o Lions Quest impede e/ou atrasa o início do uso de drogas entre os adolescentes. Com a ajuda dos Leões em todo o mundo, mais de 19.000.000 de crianças foram beneficiadas pelo Lions Quest.

Uma realidade séria

 

No início da adolescência, quando as crianças passam do ensino fundamental para o ensino médio, elas enfrentam situações sociais e acadêmicas novas e desafiadoras.

  • O cérebro adolescente ainda está se desenvolvendo e é especialmente vulnerável ao uso de substâncias. Quanto mais cedo o uso da substância começa, maior é o risco de lidar com o transtorno por uso de substâncias1.
  • O consumo prejudicial de álcool entre os jovens é uma preocupação crescente em muitos países. O uso de álcool começa muito cedo: 14% das meninas e 18% dos meninos de 13 a 15 anos em países de baixa e média renda declaradamente usam álcool.2.
  • A falta de uma boa educação e a má gestão da sala de aula definem o ambiente para níveis mais baixos de funcionamento cognitivo, habilidades sociais fracas, altos níveis de estresse e altos níveis de percepção de inadequação e falha, cada um dos quais está implicado no risco do uso de substâncias3.

Construindo comunidades saudáveis

 

Em 2015, os Estados Membros da ONU adotaram a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que inclui um conjunto de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) para acabar com a pobreza, combater a desigualdade e a injustiça e combater as mudanças climáticas. A colaboração conjunta da LCIF e UNODC no Lions Quest trabalha para alcançar o objetivo 3: garantir uma vida saudável e promover o bem-estar para todos em todas as idades, abordando o subobjetivo 3.5 de “fortalecer a prevenção e o tratamento do abuso de substâncias, incluindo o abuso de drogas entorpecentes e uso de álcool ".

Liderando a mudança global

 

Como resultado da parceria Lions-UNODC, LCIF concedeu mais de US$ 1,4 milhão para pilotar o Lions Quest na Sérvia, Macedônia do Norte, Montenegro, Bósnia e Herzegovina, Croácia, Guatemala, El Salvador e Costa do Marfim; O UNODC mobilizou uma quantia semelhante. Juntas, as duas organizações divulgaram os dados coletados do projeto na Sessão Especial da Assembléia Geral das Nações Unidas (UNGASS) sobre o problema mundial das drogas em 2016. Um resultado da sessão foi uma recomendação para “aumentar a disponibilidade, a cobertura e a qualidade das medidas e ferramentas científicas de prevenção baseadas em evidências que visam grupos etários e de risco relevantes em vários contextos”, como o Lions Quest.

Como resultado da parceria, o Lions Quest impactou positivamente mais de 10.000 alunos, 500 professores e 200 escolas. Os projetos estão em andamento nas comunidades dos oito países. Até o momento, 20% de todas as crianças em idade escolar foram beneficiadas apenas em Montenegro!

Fontes:
(1) UNDOC, 2014(2) OMS, Folha Informativa sobre Saúde dos Adolescentes, 2015(3) UNODC, página 32

Resultados comprovados

Os alunos do Lions Quest relataram reduções estatisticamente significativas no uso de substâncias. O “Programa de Habilidades para a Adolescência do Lions Quest como intervenção escolar para prevenir o uso de substâncias - Estudo piloto em três países do Sudeste da Europa” teve os resultados publicados na Ciência Preventiva.

Expansão para a África Ocidental

Em dezembro de 2019, LCIF e UNODC expandiram os esforços de parceria para a África Ocidental. Em colaboração com o Ministério da Educação e os Lions clubes locais, LCIF está pilotando o Lions Quest em 20 escolas da Costa do Marfim que fornecerão um feedback crucial para a expansão regional.

Presente no cenário global

Em março de 2020, LCIF e UNODC organizaram um evento paralelo na 63ª sessão da Comissão de Entorpecentes. O evento global serviu de plataforma para promover a iniciativa eficaz de redução da demanda de drogas alcançada pelo Lions Quest nos últimos cinco anos.