Visite a página de Recursos para servir com segurança para dicas e ferramentas para servir de forma segura a sua
comunidade e faça uma doação à LCIF para impulsionar o serviço dos Leões do conforto e segurança do seu lar.

Início The Lions Blog Intensificação durante a paralisação
Olhando mais de perto

Intensificação durante a paralisação

Erin Kasdin 24 de Maio de 2021
Centro Juvenil do Lions Clube de Orillia

Os jovens em risco entraram em um território perigoso e desconhecido quando o mundo ficou fechado em 2020. Felizmente, os Leões de Orillia em Ontário, Canadá, estavam preparados.

Os Leões de Orillia sentiram a necessidade de intensificar o nosso apoio.

Por mais de 20 anos, os Leões de Orillia apoiam o centro juvenil local por meio de apoio financeiro e de serviços, mas nos últimos anos eles se envolveram mais. E quando a pandemia paralisou as coisas e o centro teve que fechar, os Leões sabiam que era hora de aumentar seu envolvimento para manter aqueles que estavam em maior risco fora das ruas.

“Muitos dos jovens enfrentam problemas de saúde mental e/ou falta de moradia”, disse a Leão Denise Naughton, que é assessora do clube. O Centro Juvenil de Orillia (OYC) é um centro de acolhimento para crianças dos 11 aos 17 anos. Eles oferecem refeições para jovens em situação de risco, oportunidades de envolvimento social, workshops para apoiar a auto-estima e desenvolver habilidades para a vida, apoio à saúde mental, atividades artísticas e muito mais. Uma postagem recente no Twitter lembrou aos jovens de trazerem suas roupas - incluindo máscaras de pano - para que a equipe pudesse ajudá-los a usar as máquinas de lavar gratuitas. Eles até se ofereceram para fazer isso por eles, se necessário.

Durante a paralisação, o pessoal da OYC foi dispensado, mas continuou trabalhando mesmo assim, sabendo o quanto era necessário. “Eles continuaram a fazer o trabalho por meio de bate-papos telefônicos, reuniões virtuais, trabalhando com funcionários de escolas e funcionários [da Fundação de Assistência às Crianças do Canadá] para verificar os jovens em situação de risco e distribuir alimentos fornecidos por muitos restaurantes locais e pela comunidade.” disse Naugton. “Os Leões de Orillia sentiram a necessidade de intensificar o nosso apoio.”

O centro preparou refeições semanais para os jovens e suas famílias. As refeições destinavam-se a fornecer comida, é claro, mas também eram uma forma de vigiar os jovens pelos quais haviam trabalhado tanto para ajudar.

“Durante a paralisação, esses jovens não estavam na escola e não tinham muitas atividades em casa”, disse Leão Jamie Mask. “Precisávamos encontrar uma maneira de controlá-los e ter certeza de que estavam bem. Fazer com que eles viessem uma vez por semana para as refeições era uma forma de manter contato.” Os Leões e o OYC forneceram refeições suficientes para os jovens e suas famílias. Aqueles que não compareceram tiveram as refeições entregues a eles.

Os Leões compraram cartões de combustível para os funcionários do OYC que usavam seus próprios veículos e combustível para entregar alimentos e começaram a vir semanalmente para ajudar a separar e embalar as refeições para entregar.

Seus esforços realmente valeram a pena quando, durante o verão, dois jovens não foram vistos ou ouvidos por um longo período. “Eles não estavam em casa, não compareciam à escola virtual. Ninguém sabia o que estava acontecendo com esses jovens ”, disse Mask.

Então, durante a distribuição das refeições, a equipe começou a perguntar aos outros jovens se eles tinham visto os meninos. “Acontece que eles estavam vivendo muito mal. Eles encontraram uma barraca em algum lugar fora da cidade e estavam morando sozinhos”, disse Mask. Os funcionários do OYC foram buscá-los e os levaram para a Assistência às Crianças. Como ex-policial e formulador de políticas para adolescentes infratores, Mask sabe a gravidade da situação em que se encontravam. “O que poderia ter acontecido com eles lá?”

Para muitos desses jovens, o centro juvenil oferece a única orientação em suas vidas. “Eles realmente transformaram muitos desses jovens que estavam no limite”, disse Mask. E o envolvimento dos Leões permite que os jovens e suas famílias saibam que a comunidade realmente se preocupa com eles e está lá para apoiá-los.

“Tem sido bom porque estamos conhecendo os jovens”, disse Mask.

“Os jovens são o nosso futuro”, disse Naughton, que acredita que oferecer oportunidades aos jovens ajudará a promover parcerias entre a comunidade e os residentes. E muitos desses mesmos jovens já retribuíram à comunidade doando seu tempo para atividades Leonísticas, como limpeza de estradas. “Eu os vi lentamente saindo das suas conchas”, diz Naughton. “Porque eles estão retribuindo. Eles estão fazendo algo fora de si mesmos. Isso lhes dá um propósito. Eles se sentem orgulhosos de estar lá recolhendo lixo e ajudando você.”

A lição?

“A bondade é uma das poucas coisas que beneficia tanto quem dá quanto quem recebe”, disse Mask. “Todos ganham. Não há nenhuma desvantagem na bondade.”

O Lions Clube de Orillia é um dos vencedores do Prêmio de Serviços a Bondade Importa de 2021. Para mais histórias e para conferir uma lista de todos os vencedores, visite lionsclubs.org/KMSA.


Erin Kasdin é editora sênior da Revista LION.

A pandemia de coronavírus (COVID-19) impactou comunidades em todo o mundo de diferentes maneiras. Para garantir que estamos servindo com segurança onde quer que vivemos, os Leões devem seguir as diretrizes dos Centros de Controle de Doenças, da Organização Mundial da Saúde ou das autoridades locais de saúde. Visite nossa página Servindo com segurança para obter recursos que podem ajudar você a servir sua comunidade com segurança.