Visite a página de Recursos para servir com segurança para dicas e ferramentas para servir de forma segura a sua
comunidade e faça uma doação à LCIF para impulsionar o serviço dos Leões do conforto e segurança do seu lar.

Início The Lions Blog Luta contra doenças por meio de ação colaborativa
Fundação de serviços

Luta contra doenças por meio de ação colaborativa

Kelly Callahan 09 de Novembro de 2020
Foto: The Carter Center/Caroline Joe*

Nos últimos tempos, o mundo está passando por uma perigosa crise de saúde pública. A pandemia de COVID-19 (coronavírus) realçou drasticamente as desigualdades na saúde que desafiam os profissionais de saúde há décadas. Estamos testemunhando pessoas em situação socioeconômica inferior lutando para conseguir atendimento adequado para saúde e informações gerais sobre saúde necessárias para manter suas famílias e comunidades seguras.

No entanto, como resultado desta pandemia, também testemunhei uma união inigualável. Os governos, ministérios da saúde, empresas farmacêuticas e organizações filantrópicas se uniram como uma força coletiva, lançando um pouco de esperança nestes tempos sombrios.

A ação de colaboração é o segredo do sucesso na luta contra a calamidade da saúde pública. A comunicação, coordenação e trabalho em equipe são essenciais para promover mudanças reais e mudar a trajetória da saúde de toda uma comunidade. Embora o coronavírus tenha diminuído meu ânimo nos últimos meses, fiquei profundamente inspirada pelas pontes que foram erguidas entre diversos membros da comunidade da saúde pública para lutar contra um inimigo comum.

Enfrentar e lutar contra a cegueira evitável
Tenho a honra de servir como diretora do Programa de Controle do Tracoma no Carter Center em Atlanta, Geórgia nos EUA, função na qual colaboro diariamente com parceiros corporativos e de fundações, voluntários da comunidade e ministérios da saúde de países africanos para tratar milhões de pessoas todos os anos.

Duas crianças na Zona de Gondar, Região de Amhara na Etiópia, lavam o rosto.

Duas crianças na Zona de Gondar, Região de Amhara na Etiópia, lavam o rosto como parte das práticas comunitárias de controle ao tracoma (julho de 2020). Foto: The Carter Center/Emily Staub

O tracoma é uma infecção bacteriana ocular encontrada em comunidades sem acesso a higiene básica, água potável e saneamento adequado. O tracoma é a principal causa de cegueira infecciosa no mundo, mas pode ser facilmente evitado com um antibiótico prontamente disponível, e muitas vezes se pode acabar com seus efeitos com um procedimento cirúrgico rápido. Por mais de 20 anos, o Carter Center ajuda a liderar a luta contra o tracoma, mas ele não está sozinho.

A parceria duradoura de LCIF com o Carter Center
Quando comecei a trabalhar para o Carter Center, fui profundamente inspirado pelo Presidente Carter, Leão com orgulho desde 1953 e sua paixão pela Fundação de Lions Clubs International (LCIF). Me familiarizei com a missão de LCIF de “apoiar os esforços dos Lions clubes e parceiros para atender às comunidades locais e de todo o mundo, dando esperança e impactando vidas por meio de subsídios e projetos de serviços humanitários”. Em 2017, tornei-me associada de Lions Clubs International, e isso rapidamente se tornou parte integrante da minha carreira voltada ao serviço.

Desde 1994, LCIF, por meio do Programa SightFirst, aprovou mais de 60 subsídios totalizando mais de US$ 67 milhões para o Carter Center em apoio às suas iniciativas relacionadas à visão que tratam do tracoma e da oncocercose (uma infecção parasitária que é transmitida pelas picadas de moscas pretas infectadas que se reproduzem em rios e podem causar doenças oculares que geralmente levam à cegueira permanente) em toda a África e nas Américas. Esta parceria é uma das colaborações mais duradouras e impactantes da história do Carter Center.

Okechukwu Obodo perdeu a visão devido à oncocercose há 15 anos.

Okechukwu Obodo perdeu a visão devido à oncocercose há 15 anos. Ele vive sozinho com a ajuda dos vizinhos na comunidade Ogonogoeji Ndiuno, Nkanu West LGA, Estado de Enugu na Nigéria. Foto: The Carter Center/Ruth McDowall

Conquistas da colaboração e resposta à COVID-19
Por meio do generoso apoio de LCIF, o Carter Center teve a sorte de comemorar muitas conquistas na saúde pública, como:

  • Melhorar a qualidade de vida e o atendimento de saúde para pessoas que vivem em sete países da África e seis países nas Américas.
  • Fornecer mais de 189 milhões de tratamentos com antibióticos para o tracoma.
  • Realizar mais de 820.000 cirurgias de triquíase para salvar a visão nos países em mantemos o nosso foco.
  • Construir 3,3 milhões de latrinas para proteger os cidadãos contra novas infecções por tracoma.
  • Proteger 6,8 milhões de pessoas com mais de 257 milhões de tratamentos para a oncocercose.

Somente em 2019, a parceria Lions-Carter Center impactou 10,2 milhões de pessoas por meio de iniciativas contra a oncocercose e 15 milhões de pessoas por meio de esforços relacionados ao tracoma.

O Carter Center e o trabalho de colaboração com LCIF continuam em meio à pandemia, com as devidas precauções sendo tomadas para impedir a introdução e transmissão da COVID-19. As máscaras faciais, equipamentos de proteção individual, lavagem consistente das mãos e distanciamento social, conforme o caso, estão sendo implementados durante todas as atividades do programa, inclusive na administração de medicamentos em massa. Continuamos monitorando todas as atividades com a meta de diminuir o risco de transmissão da COVID-19 associado aos nosso trabalho e fortalecer a capacidade dos sistemas de saúde locais.

A melhor defesa é o esforço coletivo global
Neste ano, mais do que nunca, o Carter Center se orgulha de ter apoiadores dedicados, como LCIF, para garantir que nosso trabalho possa continuar em meio a outras preocupações de saúde pública.

Em 1996, quando saí de casa para me tornar uma voluntária da Peace Corp, eu queria afetar positivamente a vida de uma pessoa. Mal sabia eu que me tornaria parte de um esforço coletivo global que mudou a trajetória de milhões de pessoas em todo o mundo. E é com toda certeza que posso comemorar essas conquistas por causa das muitas pessoas que colaboraram comigo e conosco ao longo do caminho! Eu nunca conseguiria conhecer a força que tem a parceria e colaboração, se não fosse por tantos outros.

LCIF e o Carter Center acreditam há força da ação de colaboração. Nenhuma organização pode ter esperança de eliminar sozinha a oncocercose, tracoma ou conter a COVID-19. Essa luta envolve mais do que providenciar acesso à água potável, cirurgias ou medicamentos. Esta batalha é de direitos humanos; ela conduz à paz. Milhões de pessoas estão livres do tracoma e da oncocercose, em parte graças aos esforços da colaboração entre o Carter Center e LCIF.

Saiba mais sobre a história da parceria do programa SightFirst do Lions-Carter Center.

*Uma delegação da liderança de Lions Clubs International visitou o Carter Center no final de 2019, reunindo-se com o presidente dos EUA Jimmy Carter (não fotografado) e Kelly Callahan do Carter Center, diretora do Programa de Controle do Tracoma, e Frank Richards, diretor do Programa de Eliminação da Oncocercose.


Kelly Callahan supervisiona o Programa de Controle do Tracoma do Carter Center.

A pandemia de coronavírus (COVID-19) impactou comunidades em todo o mundo de diferentes maneiras. Para garantir que estamos servindo com segurança onde quer que vivemos, os Leões devem seguir as diretrizes dos Centros de Controle de Doenças, da Organização Mundial da Saúde ou das autoridades locais de saúde. Visite nossa página Servindo com segurança para obter recursos que podem ajudar você a servir sua comunidade com segurança.