Visite a página de Recursos para servir com segurança para dicas e ferramentas para servir de forma segura a sua
comunidade e faça uma doação à LCIF para impulsionar o serviço dos Leões do conforto e segurança do seu lar.

Início Central de Recursos Olimpíadas Especiais
Compromisso com a inclusão

Olimpíadas Especiais - LCIF

Uma parceria constante

 

O Programa Abrindo os Olhos da Fundação de Lions Clubs International e Olimpíadas Especiais começou em 2001. Desde então, a LCIF concedeu mais de US$ 27 milhões para as Olimpíadas Especiais para atividades que incluem o programa Abrindo os Olhos, Fóruns de Saúde da Família, Audição Saudável, Sorrisos Especiais e esportes inclusivos.

Aruna

Números do impacto real:

 

Ao longo dos anos, LCIF e as Olimpíadas Especiais orgulhosamente formaram uma parceria para criar um tremendo impacto em todo o mundo e alcançar múltiplos sucessos, incluindo:

445.000
 

Atletas das Olimpíadas Especiais receberam exames de visão gratuitos por meio do programa Abrindo os Olhos de LCIF e Olimpíadas Especiais

189.000
 

Atletas das Olimpíadas Especiais receberam óculos de grau grátis nos eventos do programa Abrindo os Olhos

+ de 22.000
 

Leões são voluntários nas Olimpíadas Especiais desde 2000

1.100
 

Profissionais de saúde oftalmológica ofereceram seus serviços gratuitamente

+ de 100
 

Nações ativas da plataforma “Missão Inclusão” em todo o mundo

+ de 50.000
 

Famílias recebem educação sobre saúde familiar por meio do modelo do Fórum de Saúde da Família apoiado por LCIF

500
 

Líderes comunitários treinados pela Academia de Liderança das Olimpíadas Especiais apoiada por LCIF

20
 

Lions Clubes Campeões criados, fornecendo apoio direto às organizações das Olimpíadas Especiais em todo o mundo

Mapa Global Interativo: Impacto da parceria das Olimpíadas Especiais e LCIF em todo o mundo

Envolvendo os Leos

em Botswana

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/Botswana_0.jpg?itok=UnXQvWqt
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

Seis Leos se juntaram a 10 atletas e quatro estudantes universitários em um curso de primeiros socorros ministrado pela Cruz Vermelha de Botsuana. O treinamento inclusivo foi o primeiro treinamento formal para atletas e foi inspirado pelo atleta das Olimpíadas Especiais de Botswana Bright Shadi, que se tornou o primeiro voluntário certificado em primeiros socorros dentro das Olimpíadas Especiais.

Olhos abertos

na Guatemala

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/guatemala_0.jpg?itok=DJkoVbDf
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

Estudos mostram que 4 em cada 10 atletas das Olimpíadas Especiais na América Latina nunca fizeram um exame de visão. Em resposta a essa necessidade, as Olimpíadas Especiais da Guatemala organizaram exames do programa Abrindo os Olhos, e 51 atletas fizeram exames de visão e receberam prescrições de óculos. O evento foi possível graças ao apoio do Lions Clube Guatemala Utatlán, do Leo Clube Utatlán e da equipe médica Visão Integral.

Fóruns de Saúde da Família

na Índia

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/India_0.jpg?itok=PCWgHSv8
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

West Bengal sediou um Fórum de Saúde da Família destacando a higiene feminina e a menstruação - o primeiro desse tipo na Índia. O fórum, que contou com a presença de 98 pais, 10 atletas e 8 Leões, informou os pais sobre esse 'tabu' em um esforço para manter as jovens participando de esportes e frequentando a escola durante todo o mês. Além disso, os Leos de toda a Índia foram chamados à ação em uma reunião de liderança juvenil inclusiva com a presença da Ex-Diretora Internacional Aruna Oswal, bem como de representantes da LCIF e das Olimpíadas Especiais da Índia.

Alcançando refugiados

na Tailândia

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/thailand_0.jpg?itok=F9PNQjtP
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

As Olimpíadas Especiais da Tailândia se tornaram o primeiro programa da região do Pacífico asiático a trabalhar dentro de um campo de refugiados. Com o apoio de LCIF, as Olimpíadas Especiais treinaram 28 técnicos em dois acampamentos na fronteira com Mianmar. O treinamento será seguido pela implementação de treinamento esportivo para escolas de alunos com necessidades especiais dentro dos acampamentos.

Educando as famílias

na Rússia

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/russia_0.jpg?itok=1ck-lo3a
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

Um Fórum de Saúde da Família foi realizado em Ekaritenburg, Rússia. A segunda metade do fórum se concentrou em questões médicas e foi aberta pelo representante do Lions Clube Anas Alfaraj. Os principais profissionais médicos de Ekaritenburg conduziram a sessão, que abordou o diabetes, a nutrição e o desenvolvimento motor em atletas com deficiências profundas.

Fórum Leo do OSEAL

no Camboja

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/cambodia_0.jpg?itok=SLr5YpYj
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

As Olimpíadas Especiais do Camboja ficaram entusiasmadas em participar do Fórum Leo do OSEAL no Camboja. Atividades divertidas, incluindo futebol e cabo de guerra, foram organizadas para conectar os Leos aos atletas das Olimpíadas Especiais.

Envolvendo refugiados

no Chipre

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/cyprus_0.jpg?itok=G1Ex-IT1
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

Com o apoio de LCIF, as Olimpíadas Especiais do Chipre realizaram um projeto de um ano, integrando 52 refugiados do Centro de Recepção Kofinou com 145 atletas das Olimpíadas Especiais por meio da organização Esportes Unificados. As atividades foram concluídas com um torneio de basquete unificado 3x3, que recebeu o apoio da Federação de Basquete do Chipre.

Jogos nacionais

nas Maurícias

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/mauritus_0.jpg?itok=OYbbPkcy
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

As Olimpíadas Especiais das Maurícias realizaram seus Jogos Nacionais no final de novembro e foram gratos pelo total apoio de seu parceiro, o Lions Clube Curepipe. Muitos Leões participaram do desfile da Cerimônia de Abertura, entregaram medalhas aos atletas durante as cerimônias de premiação e se ofereceram como voluntários nos exames do programa Abrindo os Olhos, que ocorreram paralelamente aos jogos.

Conscientização sobre o Diabetes

na África do Sul

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/southafrica_0.jpg?itok=vMGIA9EM
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

As Olimpíadas Especiais da África do Sul usaram seu torneio provincial de hóquei como uma oportunidade para aumentar a conscientização dos atletas sobre o risco crescente do diabetes. Para fazer isso, eles confiaram em sua forte parceria com os Leões e fizeram com que o Lions Clube Campeão e Cibernético de Bryanston unisse forças com outros Lions clubes para fornecer educação e exames de diabetes aos atletas durante o torneio.

Fortalecimento da parceria

na Jamaica

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/jamaica_0.jpg?itok=KFdd-jkk
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

As Olimpíadas Especiais da Jamaica continuam seu forte relacionamento com os Leões e Leos. Em um evento de exames da Futebol Unificado e Atletas Saudáveis, os Leos serviram como voluntários e parceiros unidos aos Leões que foram voluntários não clínicos nos exames do programa Abrindo os Olhos. Além disso, a Jamaica sediou um treinamento de floorball para todos os líderes do Programa do Caribe.

Combatendo o diabetes

em Eswatini

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/eswatini_0.jpg?itok=I8VCAjuP
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

167 familiares se reuniram para participar do Fórum de Saúde da Família organizado pelas Olimpíadas Especiais de Eswatini. O evento foi realizado durante 2 dias para cumprir as restrições da COVID que limitavam o tamanho diário das reuniões públicas. O fórum cobriu tópicos de promoção da saúde, incluindo diabetes, que foram abordados pelos Leões locais. Infelizmente, o exame de diabetes que eles esperavam implementar foi cancelado devido às restrições da COVID.

Olhos abertos

na Zâmbia

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/zambia_0.jpg?itok=B4jCarMa
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

As Olimpíadas Especiais da Zâmbia sediaram exames do programa Abrindo os Olhos para 80 atletas, complementando o evento com exames e treinamento da Audição Saudável. Este foi o primeiro de dois eventos presenciais do programa Abrindo os Olhos concluídos com as precauções da COVID em vigor, demonstrando como os exames podem ser realizados onde as restrições permitirem.

Eventos virtuais

na Romênia

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/romania_0.jpg?itok=RqS0w6Xa
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

As Olimpíadas Especiais da Romênia têm mantido seu forte relacionamento com os Leões durante a paralisação, implementando atividades virtuais; ativando 18 Leos por meio de dois seminários on-line para treinadores dos Esportes Unificados, e criação e distribuição de materiais de treinamento em vídeo para todos os coordenadores de Leo Clube em Bucareste, Bacau e Deva.

Fórum OSEAL

Ativação no Japão

/sites/default/files/styles/full_width_image_tablet/public/2021-03/Japan.jpg?itok=vbhjZ-Oz
/pt/donate
Doe para apoiar projetos como este

Com a experiência da bocha na Convenção de Lions International ainda fresca em suas mentes, as Olimpíadas Especiais de Nippon ficaram encantadas com a oportunidade de organizar um evento de bocha com os Leões no Fórum do OSEAL em Hokkaido. A Ex-Presidente Internacional Imediata Gudrun, bem como vários Ex-Presidentes Internacionais e executivos do Lions, subiram à pista para rolar as bolas de bocha com os atletas.