Ajude aqueles ao redor do mundo que precisam de assistência para encontrar segurança e proteção
doando para o Fundo para Refugiados e Desabrigados de LCIF. Veja como estamos apoiando a Ucrânia.

Início The Lions Blog Os Leões se unem pela Ucrânia: obrigado do Lions Clube de Kiev
Ação Global

Os Leões se unem pela Ucrânia: obrigado do Lions Clube de Kiev

Companheira Leão Natalie Koval 27 de Abril de 2022

24 de fevereiro, 5h Cinco explosões marcaram o início da invasão russa na Ucrânia. Profundamente estressada e assustada, peguei meus três filhos e deixei Kiev no dia seguinte, almejando salvar nossas vidas e, ao mesmo tempo, ajudar os ucranianos. Meu marido ficou em Kiev. Sem experiência militar, ele estava pronto para se juntar à defesa territorial, se fosse chamado.

Sonhamos acordar e ver o sol, mas isso ainda está para acontecer.

Constantemente eu verificava as notícias.

Depois de ouvir histórias de pessoas que ficaram em Kiev, ajudei e apoiei a maioria delas a deixar a capital ou se mudar para o exterior.

Tanques atiravam em prédios residenciais e atropelavam carros civis e playgrounds infantis. As estações de metrô passaram a servir como abrigos antibombas – animais, crianças e pessoas de todas as idades começaram a viver e se esconder lá. Havia postos de controle em cada cruzamento principal com pessoas protegendo a capital. Várias pontes perto de Kiev foram explodidas para que os tanques russos não pudessem entrar na cidade. Enormes engarrafamentos congestionavam Kiev entre os toques de recolher. As pessoas estavam escapando da morte, abandonando suas casas, com a expectativa de que seria melhor. Quilômetros de filas de carros para conseguir gasolina, que se tornou extremamente cara, mas ninguém se importava porque as pessoas estavam salvando suas vidas.

Você pode ver o resto na TV todos os dias. Infelizmente, isso se tornou um pesadelo diário para os ucranianos agora. Sonhamos acordar e ver o sol, mas isso ainda está para acontecer.

Por meio do WhatsApp e do Facebook, os Leões se conectam e agem

Desde o primeiro dia de guerra, continuo recebendo mensagens de amigos, clientes e associados do Lions clube, verificando o que está acontecendo e como podem ajudar. Me conecto com eles em grupos do Whatsapp para dar informações verdadeiras, ativar a arrecadação de fundos e divulgar notícias sobre o apoio aos ucranianos. Este serviço trouxe de volta perspectiva à minha vida.

Queremos expressar a nossa mais sincera gratidão aos Leões e Lions Clubes: Leonardo e associados Leões de Livorno, Ellenor Palmer Dartford do Lions Clube de Kent no Reino Unido; Distrito de Lions Clubes 124 da Romênia; Leões Portugueses; Distrito 108 Ib2w da Itália; Lions Clube Garfagnana, George Lakkotrypis, presidente do Lions Club Larnaca no Chipre pela campanha especial de arrecadação de alimentos; Lions Clube de Wexford, Lions Clube de Pontremoli-Lunigiana. Os Leões da Polônia estão ajudando generosamente os refugiados com mais sorte que fugiram do país com a Vice-Governadora de Distrito Hanna Sobiech do Distrito 121 na Polônia ativamente envolvida.

Recebi relatórios de Leões do Chipre, Irlanda, Helsinque, Finlândia, Índia, EUA, Brasil e Canadá sobre as campanhas de arrecadação de fundos e doações a LCIF, bem como diretamente ao D121 da Polônia.

Bernd Hildebrandt do Lions Clube Potsdam e Uli do Lions Clube Hessen sugeriram organizar a hospedagem das famílias refugiadas nas suas cidades na Alemanha. Os Leões de Edmonton no Canadá estão encontrando acomodações para os desabrigados que chegam ao local.

O nosso grupo do Whatsapp ajudou a unir os Lions clubes alemães do Distrito 111 de Sudharz e Alters Schloss Stuttgart em um esforço comum para arrecadar fundos, comprar e entregar suprimentos médicos no nosso depósito em Cracóvia para que possamos distribuí-los diretamente aos hospitais determinados pelo nosso Lions Clube de Kiev.

O Leonardo, do Lions Clube de Livorno, anunciou que arrecadou 2.000 euros, além de organizar um show de ilusionistas em abril para arrecadar dinheiro para ajudar os refugiados ucranianos.

Os Leões ativos do Lions Clube Göppingen no Distrito SM 111 doaram uma quantia considerável, seguidos por Jurgen Kassel, presidente do Lions Clube de Waiblingen da Alemanha, que reportou ter enviado 20.000 euros para Stiftung der Deutsche Lions no banco Frankfurter Volksbank para se somar à coleta de medicamentos para hospitais ucranianos determinados pelo Lions Clube de Kiev.

Foto de um caminhão com cargas de ajuda humanitária e 3 voluntários

Queremos agradecer especialmente a Arthie da Holanda, um apoiador da caridade e fã da Ucrânia, por recolher e doar um grande volume de alimentos e roupas, bem como a Stephan Schultes do Lions Club Schrobenhausen Aichach por enviar remédios para o nosso depósito.

O post na nossa página do Facebook sobre a coleta de medicamentos necessários atraiu Malgorzata e Richard Myers de Hampshire no Reino Unido. Eles reuniram suas conexões comerciais e compraram e doaram dois veículos que converteram em unidades de apoio médico e as equiparam com kits médicos e suprimentos para servir na defesa da linha de frente.

Dois veículos que foram convertidos em unidades de apoio médico e abastecidos com kits e suprimentos médicos

Em 17 de março, Andy de Schipper entregou a primeira carga de ajuda humanitária no valor de cerca de 35.000 euros arrecadados pelos Leões holandeses. Pierre Sleiman, o presidente do Lions Clube de Kiev, está atualmente perto de Cracóvia em um dos depósitos de Reakiro gentilmente oferecidos pelo Leão Stewart MacKenzie para facilitar o recebimento e gerenciamento da distribuição da ajuda humanitária. Outros associados do Lions Clube de Kiev estão ajudando os desabrigados na Ucrânia com suprimentos médicos e alimentos, entrando em contato com hospitais, fazendo listas de medicamentos necessários, realizando campanhas de arrecadação de fundos e ajudando o Leão Pierre na administração. Pedimos aos Lions Clubes que continuem enviando remédios, alimentos e itens vitais que podemos dar diretamente às pessoas.

Obrigada a todos os Leões envolvidos! O seu gesto nobre vai longe na história, definindo o tipo de pessoa que vocês são.

Um homem pintando uma parede com a imagem de uma criança escondida sob a bandeira ucraniana

Saiba mais sobre como os Leões estão reagindo à crise humanitária na Ucrânia e como você pode ajudar.


A Companheira Leão Natalie Koval é a secretária do Lions Clube de Kiev na Ucrânia.

A pandemia de coronavírus (COVID-19) impactou comunidades em todo o mundo de diferentes maneiras. Para garantir que estamos servindo com segurança onde quer que vivemos, os Leões devem seguir as diretrizes dos Centros de Controle de Doenças, da Organização Mundial da Saúde ou das autoridades locais de saúde. Visite nossa página Servindo com segurança para obter recursos que podem ajudar você a servir sua comunidade com segurança.