Nova Tecnologia Ajuda Os Cegos A "Enxergar" Através Do Toque

Joan Cary Fevereiro 15, 2018
Kentucky
USA

A picture is worth a thousand words and it’s true of a tactile image as well.

Três anos atrás, a filha de Larry Skutchan enviou-lhe um ultrassom do bebê que carregava no ventre.

O diretor de tecnologia e pesquisa de produtos da American Printing House for the Blind (APH, editora para cegos) em Louisville, Kentucky, é um homem cego, mas tinha um novo produto a ser lançado que poderia ajudá-lo a "enxergar" o seu neto.

Skutchan utilizou uma captura de tela da ecografia da ultrassonografia da filha e, com o uso do sistema de gráfica tátil Graphiti, ele conseguiu "enxergar” os dedos do seu neto.

A experiência “foi maravilhosa” lembra-se ele.

Em agosto, os alunos da Escola de Cegos de Kentucky, localizada perto da APH, se reuniram no gramado para observar o tão esperado eclipse solar. Skutchan colocou do lado de fora um protótipo da máquina, que ficava conectada a uma câmera que tirava fotos do sol a cada segundo. Os alunos puderam então "observar" o eclipse tocando na imagem criada no bloco têxtil.

“Esta é a invenção mais fenomenal da história”, exclama Skutchan sobre o novo produto, que deve ser lançado no mercado ainda este ano. “Investimos muito tempo, dinheiro e energia para tornar isso possível, conseguirmos essa grade e os vários pinos, além de reduzirmos a mecânica para chegarmos ao tamanho certo”.

Com o aumento da dependência em tecnologia nas escolas, a falta de acesso a gráficos na tela pode prejudicar a aprendizagem de alunos com deficiência visual, diz ele. Graphiti representa um avanço, permitindo acesso não visual às informações gráficas.

Desenvolvida pela Orbit Research e pela equipe do Skutchan na APH, a tela de toque eletrônico contém 2.400 (60 por 40) pinos equidistantes que podem ser levantados e abaixados em diferentes alturas. Os pinos de altura variável podem representar formas geométricas, gráficos de pizza ou de barras, plantas baixas, desenhos de linha, tipografias, fotos, e muito mais. Para mudar para o próximo gráfico, os pinos na tela atualizável se movem para cima e para baixo.

A unidade completa é do tamanho de papel carta, com uma exibição de pinos de aproximadamente 10 por 6 polegadas (25 x 15 cm), podendo ser usada na orientação retrato ou paisagem. Ela também possui uma interface de toque, permitindo que o usuário desenhe na tela. Ao traçar um formato com a ponta do dedo, isso faz com que os pinos se levantem acompanhando o movimento. Os usuários podem fazer a rolagem, aplicar o zoom e apagar as suas imagens gráficas,  além de salvar uma imagem desenhada por toque em um computador pessoal.

"Neste ano, estamos tentando fazer algo diferente, começaremos a produzir livros eletrônicos em braile com imagens gráficas”, diz Skutchan. “Não conseguimos ainda imaginar o potencial deste novo lançamento. Você pode conectar o aparelho ao seu computador para ser usado como monitor. Isto é incrível”.

As melhores histórias do planeta.

Todo mês, a Revista LION publica histórias inspiradoras sobre o impacto que os Leões estão causando em suas comunidades locais e ao redor do mundo.

Leia a última edição