Início Os Leões angariam milhões para vacinar milhões
 

Os Leões angariam milhões para vacinar milhões

Jamie Konigsfeld Maio 23, 2019

Imagine uma doença tão contagiosa que uma única pessoa infectada dentro de um ônibus cheio vai passar seu vírus, sem saber, para 90 dos 100 passageiros que não foram vacinados. Das pessoas infectadas, mais de 10% delas vão morrer, enquanto 30% dos sobreviventes vão sofrer complicações permanentes, como a perda da audição ou da visão, dano cerebral, pneumonia, deficiência da vitamina A ou encefalite.

Tragicamente, esta doença é real e tira a vida de cerca de 90.000 pessoas todos os anos, e a maioria são crianças. Essa doença é chamada de sarampo.

Graças ao programa de defesa da causa promovido pelo Lions, conseguimos mobilizar desde moradores locais até o mais alto nível do governo.

Uma faísca de Esperança
Com a imunização adequada, o sarampo pode ser eliminado. É por isso que os Leões e a Fundação de Lions Clube International (LCIF) se uniram na Iniciativa contra o Sarampo - uma campanha de vacinação em massa por 31 países e não paramos por aí.

Com um subsídio inicial da Fundação Bill & Melinda Gates em 2010, os Leões focaram seus esforços na:

  1. Defesa de causa em âmbito local, regional e nacional
  2. Envolvimento direto em atividades de marketing e mobilização social
  3. Apoio financeiro

Como resultado, 41 milhões de crianças na Etiópia, Madagascar, Mali e Nigéria receberam vacinações. Isso inspirou os Leões a intensificar seus esforços e começaram a apoiar ativamente campanhas em Camarões, Haiti, Quênia, Nepal, Uganda e Zâmbia. Até 2012, os Leões ajudaram a vacinar mais de 150 milhões de crianças contra o sarampo.

Lions Raise Millions to Vaccinate Millions School Visit image

“Graças ao programa de defesa da causa promovido pelo Lions”, explica o Ex-Governador de Distrito Dr. Tebebe Berhan da Etiópia, “conseguimos mobilizar desde moradores locais até o mais alto nível do governo.”

“Este é um trabalho muito necessário. Serviços sociais e de saúde são negligenciados em certas áreas do meu país e estamos felizes de receber sua ajuda,” disse Ram Baran Yadav, Ex-Presidente do Nepal.

Leões com um megafone
O que torna estes esforços tão eficientes é que os Leões são uma parte das comunidades que eles servem e sabem como se conectar com seus vizinhos. Se é de porta em porta para educar os pais das crianças, se é realizando desfiles e distribuindo panfletos ou comprando propagandas de rádio, os Leões e seus parceiros vão além para difundir a palavra. E, eles não param por aqui.

Lions Raise Millions to Vaccinate Millions image 1 MD3231 Rally

De uma faísca a uma chama
Em 2013, LCIF se comprometeu em angariar US$ 30 milhões até dezembro de 2017, e na verdade excederam essa meta. O Departamento do Reino Unido para o Desenvolvimento Internacional (DFID) e a Fundação Bill e Melinda Gates equipararam os fundos do Lions para uma contribuição total de mais de US$ 61 milhões para Gavi, a Aliança das Vacinas, uma organização internacional dedicada a dar às crianças que vivem nos países mais pobres do mundo acesso igual a vacinas novas e subutilizadas. Como resultado deste compromisso, mais de 110 milhões de doses da vacina foram adquiridas.

“A Fundação Gates tem muito orgulho de ter sido parceira nos seus primeiros projetos de combate ao sarampo, e estamos animados para continuar trabalhando juntos”, disse William H. Gates Sr., um dos presidentes da Fundação Bill e Melinda Gates. “Se você quiser chegar rápido, caminhe sozinho. Se você quiser chegar longe, vá acompanhado. Com os Leões na liderança, não há como dizer o quão longe podemos seguir juntos.”

Visite LCIF.org/BE100 para saber como a Campanha 100 patrocinará e proporcionará programas que tratem de necessidades distintas de populações vulneráveis e em risco, tais como, idosos, portadores de deficiência, mulheres, órfãos e outros que sofram desproporcionalmente o impacto de fatores sociais e econômicos e que requeiram serviços especiais


Jamie Konigsfeld é especialista em conteúdo de marketing da Fundação de Lions Clubs International.