Visite a página de Recursos para servir com segurança para dicas e ferramentas para servir de forma segura a sua
comunidade e faça uma doação à LCIF para impulsionar o serviço dos Leões do conforto e segurança do seu lar.

Início The Lions Blog Alimentando os sonhos de se tornar um atleta paralímpico

Alimentando os sonhos de se tornar um atleta paralímpico

Jamie Weber Janeiro 19, 2021
Os jogadores defendem sua rede bloqueando a bola com o corpo.

Você sente seu coração batendo no peito, ouve-o em seus ouvidos. Uma gota de suor escorre pelo seu rosto. Você ouve o barulho de uma bola sendo arremessada em sua direção, então vêm os sinos. Você não pode ver a bola, mas a ouve chegando. Você tem um segundo para reagir, para impedir que a bola cruze a linha de gol que você está defendendo. Seus companheiros torcem. Um passo mais perto de uma medalha de ouro.

Os atletas do programa de residência de USABA estão treinando para o objetivo final, de representar a Equipe dos EUA nos Jogos Paraolímpicos em Tóquio no próximo verão.

Todo mundo merece a chance de se sentir assim, independentemente de suas habilidades. Graças a uma parceria entre a Fundação de Lions Clubs International (LCIF) e a Fundação Anthem, os atletas cegos ou deficientes visuais têm mais oportunidades de treinar para disputar uma vaga no goalball nos Jogos Paraolímpicos.

Criar mais oportunidades por meio da parceria comunitária
Por meio da iniciativa Heróis Saudáveis do Lions e da Fundação Anthem, projetos humanitários liderados por Leões e comunidades melhoram a saúde das comunidades nos Estados Unidos. A Fundação Anthem oferece apoio aos subsídios para LCIF, que por sua vez concede subsídios a Lions clubes e distritos com o objetivo de melhorar a saúde e o bem-estar locais. Além disso, os Dias de Voluntariado de Lions-Anthem acontecem nos Estados Unidos a cada outono. Desde 2015, os Dias de Voluntariado de Lions-Anthem resultaram em cerca de 20.000 horas de serviço comunitário, impactando positivamente mais de 1,6 milhão de pessoas.

Como parte da iniciativa HeróisSaudáveis, duas residências próximas ao Turnstone Center em Fort Wayne, Indiana, EUA, estão passando por uma expansão, ampliando o programa de residência de Goalball da Associação de Atletas Cegos dos Estados Unidos (USABA). As novas áreas expandidas significam que o programa de treinamento de residência de longo prazo pode abrigar mais atletas. O espaço adicionado também permite mais privacidade para os residentes e mais espaço comum. Além disso, o novo equipamento interno de ginástica significa que os atletas não precisam sair de casa para se exercitar, facilitando o acesso ao treinamento.

Atleta de goalball da equipe dos EUA, Amanda Dennis, joga a bola na rede adversária.

Atleta de goalball da equipe dos EUA, Amanda Dennis, joga a bola na rede adversária.

Entusiasmo. Força. Consumo. Desafio.
Estas são as palavras que os atletas de goalball usam para descrever seu esporte. O Goalball, criado exclusivamente para pessoas cegas ou com deficiência visual, é o primeiro esporte paraolímpico que ainda não foi adaptado de outro esporte. Durante um jogo, duas equipes de três jogadores cada competem em uma quadra equivalente ao tamanho de uma quadra de vôlei. A bola do tamanho de uma bola de basquete possui sinos dentro, que ajudam a alertar o jogador sobre sua localização. Cada equipe tenta rolar a bola sobre a linha de gol do adversário enquanto os adversários ouvem a bola que se aproxima e tentam bloqueá-la com seus corpos. Todos os atletas usam óculos escuros, que bloqueiam completamente qualquer visão; isso cria um campo de jogo nivelado para atletas com vários graus de deficiência visual.

Os atletas do programa de residência de USABA estão treinando para o objetivo final, de representar a Equipe dos EUA nos Jogos Paraolímpicos em Tóquio no próximo verão. Antes disso, Fort Wayne se prepara para sediar o USA International Goalball Classic em março, que classificará os atletas para os próximos Jogos Paraolímpicos.

O programa de residência da USABA em Fort Wayne, Indiana, EUA, oferece aos atletas cegos ou deficientes visuais a oportunidade de treinar para os Jogos Paraolímpicos.

O programa de residência da USABA em Fort Wayne, Indiana, EUA, oferece aos atletas cegos ou deficientes visuais a oportunidade de treinar para os Jogos Paraolímpicos.

LCIF apoia os Leões na criação de oportunidades mais inclusivas socialmente para pessoas com todos os níveis de habilidade. Como “paladinos dos cegos”, os Leões há muito tempo apoiam pessoas com baixa visão ou cegueira. Além de defender a saúde e o bem-estar dessas comunidades, eles também trabalham para eliminar a cegueira evitável e reversível. Compartilhando seus valores comunitários está a Fundação Anthem, a parceria perfeita para LCIF e os Leões.

“Juntos, ao lado de LCIF, temos orgulho de apoiar a construção de dormitórios esportivos para atletas cegos e deficientes visuais, para permitir que eles relaxem com conforto e segurança entre seus horários de treinamento”, disse a Dra. Kimberly Roop, presidente da Anthem Indiana Medicaid. “Somos gratos por nossa parceria com LCIF e temos orgulho de nos alinharmos a uma organização que compartilha a missão comum de melhorar vidas e comunidades. Esperamos que essas instalações abriguem muitos futuros atletas e atletas olímpicos nos próximos anos. ”

Graças à parceria entre LCIF e a Fundação Anthem, há mais atletas com baixa visão ou cegueira encontrando um propósito e vivendo seus sonhos. Dada a oportunidade de se dedicar ao treinamento, esses atletas estão um passo mais próximo de disputar o ouro nas Paraolimpíadas.

Para saber mais sobre a parceria de LCIF com a Fundação Anthem, leia o artigo na Revista LION.


Jamie Weber é especialista de conteúdo de marketing da Fundação de Lions Clubs International.

A pandemia de coronavírus (COVID-19) impactou comunidades em todo o mundo de diferentes maneiras. Para garantir que estamos servindo com segurança onde quer que vivemos, os Leões devem seguir as diretrizes dos Centros de Controle de Doenças, da Organização Mundial da Saúde ou das autoridades locais de saúde. Visite nossa página Servindo com segurança para obter recursos que podem ajudar você a servir sua comunidade com segurança.