Prepare-se para o nosso novo site!

Redescubra o LionsClubs.org com uma aparência totalmente nova e ferramentas fáceis de usar, criadas para aprimorar nosso serviço global.
Lançamento mundial no final de outubro de 2018

Pular para Conteúdo Principal
Lions Clubs International Lions Clubs International
Pular para rodapé

Objetivos e ética

Objetivos e ética

Objetivos do Lions Clubs International

  • Organizar, implantar e supervisionar clubes de serviço que serão conhecidos como Lions clubes. 
  • Coordenar as atividades e padronizar a administração de Lions clubes. 
  • Criar e promover o espírito de compreensão entre os povos da Terra. 
  • Promover os princípios de boa governança e boa cidadania. 
  • Interessar-se ativamente pelo bem-estar cívico, cultural, social e moral da comunidade. 
  • Unir os clubes com laços de amizade, bom companheirismo e compreensão recíproca. 
  • Oferecer um fórum para a discussão aberta de todas as questões de interesse público, desde que partidarismo político e sectarismo religioso não sejam debatidos pelos associados do clube. 
  • Encorajar pessoas de mentalidade de serviço a servir suas comunidades sem recompensa financeira pessoal, estimular a eficiência e promover elevado padrão de ética no comércio, indústria, profissões, serviços públicos e empreendimentos privados.

Código de Ética do Lions Clubs International

  • Demonstrar fé nos méritos da minha profissão, esforçando-me para conseguir honrosa reputação mercê da excelência dos meus serviços.
  • Lutar pelo êxito e pleitear toda remuneração ou lucro que equitativa e justamente mereça, recusando, porém, aqueles que possam acarretar em diminuição de minha dignidade, devido a vantagem indevida ou conduta duvidosa.
  • Lembrar que, para ser bem-sucedido nos negócios ou empreendimentos, não é necessário destruir os dos outros. Ser leal com os clientes e sincero comigo mesmo.
  • Sempre que surgir uma dúvida a respeito do direito ou da ética de minha posição ou conduta em relação ao próximo, decidir em meu próprio detrimento.
  • Praticar a amizade como um fim e não como um meio. Sustentar que a verdadeira amizade existe e não é o resultado de favores mutuamente prestados, dado que não requer retribuição, pois recebe benefícios com o mesmo espírito desinteressado com que os dá.
  • Sempre ter em mente meus deveres de cidadania para com meu país, meu estado e minha comunidade, e devotar-lhes lealdade inabalável em palavras, atitudes e conduta. dedicando-lhes, desinteressadamente, meu tempo, meu trabalho e meus recursos.
  • Ajudar ao próximo, consolando o aflito, fortalecendo o desvalido e socorrendo o necessitado.
  • Ser comedido na crítica e generoso no elogio; construir e não destruir.
Pular para o Topo